Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

Buscar   OK
Brasil

Publicada em 21/06/18 às 17:36h - 54 visualizações
Pai adota 5 irmãos que viviam em abrigos diferentes para que não se separassem
Barreto diz que adotaria 10 crianças e adolescentes se tivesse condições.

Razões para Acreditar


 (Foto: © Uanderson Barreto/Arquivo Pessoal)


Uanderson Barreto é um pai solteiro que adotou 5 irmãos com idades de 12, 14, 16, 17 e 19 anos e que viviam em abrigos diferentes. Barreto diz que adotaria 10 crianças e adolescentes se tivesse condições.

O morador de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, é servidor público e começou o processo das adoções em 2012. Em entrevista ao site Só Notícia Boa, ele contou como tudo começou.

Uanderson foi a um abrigo, conheceu João e o adotou. Acontece que o garoto tem um irmão chamado Daniel, que tem dificuldades de raciocínio e compreensão. Barreto sentiu-se mal por tê-lo deixado no abrigo. Então, ele retornou ao local e adotou Daniel também.

Depois de João e Daniel, ele foi conhecendo os outros irmãos e, sem coragem de separar a família, acabou adotando todos: "Depois de uns meses recebi uma ligação de um outro abrigo [dizendo] que um dos irmãos dos meninos estava fazendo aniversário e se eu podia ir até lá pra eles se encontrarem. Fui e me sensibilizei muito por ele estar lá sozinho. Também dei entrada na adoção dele [Alexandre] e o trouxe pra casa".

O pai solteiro, de 38 anos, diz que eles estavam vivendo em abrigos por que os pais biológicos não tinham condições financeiras e psicológicas para criá-los e que atualmente vivem muito felizes.

Depois de Alexandre, foi a vez de Pedro, que passaria apenas o Natal na casa do servidor público, mas acabou ficando: "No Natal seguinte fui ao acolhimento, trouxe o Pedro para ficar na minha casa. Ele gostou e ficou. Aí tinha deixado Leonardo no acolhimento. Há uma semana a adoção dele aconteceu e eu busquei o Leonardo também. Hoje formamos a família mais feliz do mundo".

Daniel, o filho com necessidades especiais, estuda em uma escola estadual que oferece tratamento adequado a ele. Os outros filhos estudam em escolas privadas. Uanderson diz que sempre soube que adotaria crianças, de preferência garotos mais velhos, que, infelizmente, costumam ficar por último na fila para adoção.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Hora Certa
No Ar
RADIO SERENIDADE
Peça sua Música

  • Magno de Oliveira Monteiro
    Cidade: Aracati
    Música: Magno Oliveira - Meu mundo e nada mais (ao vivo na música do bem)
  • Z Nunes
    Cidade: Aracati
    Música: Interfone - Cícero Rosa
  • Z Nunes
    Cidade: Aracati
    Música: Volta - O Terno
  • Perciliana
    Cidade: Virginia
    Música: Para não ferir ninguem Pe. Zezinho
  • José Americo
    Cidade: São Bernardo do Campo
    Música: Céu de Santo Amaro
  • José Americo
    Cidade: São Bernardo do Campo
    Música: Paula e Bebeto
Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 374083 Usuários Online: 28


Bate Papo

Digite seu NOME:


Parceiros






Venha fazer parte da Rádio do Bem, junte-se a nós na missão de semear a Paz e o Bem pelo Planeta.
Copyright (c) 2018 - WEB RÁDIO DO BEM - Todos os direitos reservados