Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Encontre o que deseja

NO AR

RADIO SERENIDADE

    Brasil

São Paulo vai aplicar vacina contra crack e cocaína desenvolvida pela UFMG

Publicada em 03/06/23 as 11:08h por Razões para Acreditar - Daniel Froes - 32 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Reprodução )

A Prefeitura de São Paulo firmou uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para aplicar em humanos uma vacina contra crack e cocaína

vacina Calixcoca foi finalista na prestigiosa premiação internacional Euro Inovação na Saúde e é capaz de produzir anticorpos anticocaína no organismo, para o tratamento de dependentes químicos.

Desenvolvida pela UFMG, ela bloqueou o efeito das substâncias ativas do crack e da cocaína em testes com ratos. Os anticorpos gerados pela vacina criam uma barreira que impede a cocaína de atingir o sistema nervoso central e o cérebro, interrompendo o mecanismo que causa a compulsão pela droga.

A parceria entre a prefeitura e a UFMG foi definida durante uma reunião realizada em São Paulo, na última quinta-feira.

Participaram do encontro o pesquisador-chefe do projeto, professor Federico Garcia, além dos secretários municipais da Saúde, Luiz Carlos Zamarco, e de Governo, Edson Aparecido, o chefe de gabinete da gestão municipal, Vitor Sampaio, e o coordenador da Vigilância em Saúde, Luiz Artur Caldeira.

Próximas fases do projeto

A próxima etapa das pesquisas avaliará a aplicação do imunizante em pequenos grupos, de acordo com o progresso dos estudos. A possibilidade é aplicar a vacina em dependentes químicos em fase de recuperação.

O sucesso dessa iniciativa pode ser determinante no tratamento dos dependentes de crack e cocaína, que representam 11% dos casos de dependência química no Brasil, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

O secretário Luiz Carlos Zamarco enfatiza que essa vacina será um avanço científico crucial para a recuperação psicossocial e reintegração dos dependentes químicos à sociedade.

A produção da vacina chega em boa hora para o governo municipal, que conta tanto com apoio técnico quanto financeiro, para viabilizar e acelerar as próximas fases do projeto. Estima-se que o investimento inicial seja de R$ 4 milhões.

Fonte: SNB; Foto de capa: Hospital Santa Mônica






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Visitas: 1386973 | Usuários Online: 3

Venha fazer parte da Rádio do Bem, junte-se a nós na missão de semear a Paz e o Bem pelo Planeta. - Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!