Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Encontre o que deseja

NO AR

RADIO SERENIDADE

    Brasil

Brasil bate recorde de transplantes nos últimos 10 anos

Publicada em 15/01/24 as 17:22h por Só Notícia Boa - Victor Guerra - 14 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Freepik )

Olha que notícia boa! O Brasil bateu recorde de transplante de órgãos em dez anos. Entre janeiro e setembro de 2023, 6.766 transplantes foram realizados em todo o país, 711 a mais do que os 6.055 do mesmo período do ano anterior.

E não para de comemorar ainda porque as doações também cresceram! De janeiro a setembro do ano passado, 3.060 doações se efetivaram no Brasil. O número representa um aumento de 17%.

Segundo Daniela Salomão, coordenadora-geral do Sistema Nacional de Transplante (SNT), os números refletem o esforço dos profissionais de saúde envolvidos, além do papel fundamental das famílias doadoras.

Órgão mais transplantado

O rim foi o órgão mais transplantado, atingindo 66,72% dos procedimentos.

Em segundo e terceiro lugar, aparece o fígado (1.777) e o coração (323), respectivamente.

No momento, a lista de espera no país segue com 41.559 pessoas em todo o país.

Do total, 24.393 são homens e 17.165 são mulheres.

Número histórico

O recorde histórico mostra uma construção ao longo de dez anos.

Segundo o Ministério da Saúde, responsável pela lista, o resultado é consequência de estratégias que aumentaram a oferta de órgãos e tecidos para transplantes.

Além disso, com o aumento, é possível reduzir o tempo de espera dos pacientes em lista.

As informações referentes a 2023 são preliminares e podem sofrer alterações, mesmo porque este fechamento divulgado agora foi apenas até setembro.

Ações públicas

Em setembro de 2023, o transplante de órgãos no país ganhou um grande aliado, o Programa de Incremento Financeiro para o Sistema Nacional de Transplantes.

O programa foi instituído para estimular o aumento da capacidade assistencial de transplantes, atendendo a demanda da população.

Além disso, em novembro foi sancionada a lei que institui a Política Nacional de Conscientização e Incentivo à Doação e ao Transplante de Órgãos e Tecidos.

Com a medida, o governo quer chamar a atenção para a relevância das doações e promover a discussão na sociedade civil.

Como doar?

E aí, bora fazer a diferença na vida de muita gente?

No Brasil, a doação de órgãos e tecidos é feita se houver autorização familiar. Por isso, é muito importante ainda em vida, deixar claro o desejo de doar.

Um único doador pode ajudar até dez pessoas que estão na fila de espera. Fazer o bem, né?

Após o diagnóstico de morte encefálica, a família é comunicada e perguntada sobre doação.

Todos os órgãos do paciente vão para pacientes que estão na fila de transplante aguardar uma nova chance de viver.

A lista é organizada por estado ou região, é única e monitora pelo Sistema Nacional de Transplante.

Um único doador pode ajudar até quatro pacientes na fila de espera. Foto: Freepik.

Um único doador pode ajudar até quatro pacientes na fila de espera. Foto: Freepik.

Espalhe notícia boa!





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Visitas: 1387053 | Usuários Online: 17

Venha fazer parte da Rádio do Bem, junte-se a nós na missão de semear a Paz e o Bem pelo Planeta. - Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!