Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Encontre o que deseja

NO AR

TOCA TUDO

    Mundo

Papa sugere que igreja dê bênçãos a casais homoafetivos: “se aproximar de Deus”

Publicada em 06/10/23 as 16:46h por Só Notícia Boa - Victor Guerra - 14 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Reprodução/Yara Nardi/Reuters.)

O papa Francisco disse que  igreja pode conceder bênçãos a casais homoafetivos. Ele afirmou que os pedidos de bênçãos são a forma pelo qual pessoas, sejam elas homossexuais ou não, podem se aproximar de Deus.

Apesar da resposta do Papa, em afirmar que o matrimônio só pode ser selado entre homem e mulher, ele foi além e pediu para evitar julgamentos e a rejeição ou exclusão de casais homoafetivos. “Porque quando se pede uma bênção, expressa-se um pedido de ajuda a Deus, um apelo para viver melhor, uma confiança em um pai que pode ajudar a viver melhor”, disse o papa.

A reação é uma resposta a cardeais da Ásia, Europa, África, Estados Unidos e da América Latina sobre posições polêmicas. No documento, os religiosos pedem esclarecimentos e uma manifestação sobre como tratar os casais do mesmo gênero. O documento reúne uma série de dúvidas que serão discutidas em um encontro global de lideranças religiosas que começa nesta quarta-feira (4), no Vaticano.

Marco histórico

Não é a primeira vez que Francisco surpreende em relação a temas controversos aos olhos da Igreja.

Na resposta aos cardeais, o Papa relacionou sete aspectos, detalhando cada um e disse: “A vida da Igreja corre em canais além das normas”, ressaltou.

Francisco acrescentou que a caridade pastoral deve permear as decisões e atitudes dos religiosos. “A defesa da verdade objetiva não é a única expressão dessa caridade, que também é composto de gentileza, paciência, compreensão, ternura e encorajamento.”

A provocação foi feita por um cardeal que questionava que bênçãos a casais homoafetivos na Alemanha estava se tornando algo “comum”.

O documento foi recebido pela santidade em julho e os cardeais não satisfeitos com as respostas, divulgaram inicialmente o documento de maneira unilateral.

“É um marco”

Para Francis DeBernardo, diretor executivo do New Ways Ministry, uma fundação para promover a integração de católicos LGBT, a declaração do papa é bem-vinda.

“Embora a última declaração do Vaticano sobre casais do mesmo sexo não forneça um endosso completo e sonoro à bênção das suas uniões, o documento avança significamente o trabalho do Papa Francisco para incluir e afirmar as pessoas LGBTQ+”, disse.

Segundo o diretor executivo, a permissão para os ministro pastorais abençoarem casais do mesmo sexo é um marco.

“Implica que a igreja reconhece de fato que o amor santo pode existir entre casais do mesmo sexo, e o amor destes casais reflete o amor de Deus”, comemorou.

Francisco respondeu aos cardeais conservadores que a igreja não pode rejeitar, excluir ou julgar. Foto: Reprodução/Guglielmo Mangiapane/Reuters.

Francisco respondeu aos cardeais conservadores que a igreja não pode rejeitar, excluir ou julgar. Foto: Reprodução/Guglielmo Mangiapane/Reuters.

Espalhe notícia boa!





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 88 9 9475 7536

Visitas: 1403630 | Usuários Online: 31

Venha fazer parte da Rádio do Bem, junte-se a nós na missão de semear a Paz e o Bem pelo Planeta. - Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!